A Faculdade de Ciências Contábeis e de Administração do Vale do Juruena, credenciada através da Portaria Nº. 1.227 de 14 de abril de 2005, publicada em Diário Oficial da União em 15 de abril de 2005 e no mesmo ato, através da Portaria 1.228 de 14 de abril de 2005, foi autorizado o curso de Ciências Contábeis. A primeira turma iniciou suas aulas no dia 08 de agosto de 2005, momento em que faltavam profissionais qualificados na área e que a região passava por dificuldades econômicas. Vencer esse período de transição com olhos no futuro proporcionou a Instituição à apresentação de uma nova proposta. O extrativismo mineral e vegetal deixa de ser a melhor forma de enriquecimento, e o conhecimento toma lugar de destaque na região do Vale do Juruena e Arinos. Os primeiros frutos da Instituição são 63 Bacharéis em Contabilidade que atuam em toda região de forma dinâmica e eficaz respeitando as peculiaridades e vencendo de maneira sustentável as necessidades da região.

A disponibilidade, a diversidade e a acessibilidade em cursos atraem os jovens e tornam reais as possibilidades de profissionais qualificados permanecerem dispostos a servir as comunidades que envolvem a região, motivos esses que permeiam os interesses da Instituição em oferecer atualmente os cursos de: Bacharelado em Ciências Contábeis, Bacharelado em Administração, Bacharelado em Direito, Bacharelado em Teologia, Bacharelado em Enfermagem e Bacharelado em Comunicação Social. A IES também vem aplicando vários cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em toda a região dos  Vales do Juruena  e Arinos, bem como em várias cidades do Mato Grosso e Rondônia, dentre elas: Aripuanã, Juruena, Colniza, Cotriguaçu, Brasnorte, Juara, Sinop, Colíder, Alta Floresta, Guarantã, Sorriso, Comodoro, Campo Novo dos Parecis, Jangada, Cuiabá, Várzea Grande, Vilhena, Colorado d'Oeste, Curumbiaria, Rolim de Moura, Água Boa, Nova Xavantia, Guarantã, Nova Bandeirantes.

Disseminar o conhecimento faz parte dos objetivos primordiais da Instituição que tem o seu histórico alicerçado na verdade e na ciência. A formação de profissionais qualificados e éticos proporciona não apenas aos munícipes, mas a toda região a certeza de que apenas a educação transforma e harmoniza a sociedade, principalmente quando as particularidades do ambiente social e natural em que a IES está inserida favorecem um olhar para o futuro. Vislumbra-se a Instituição ligada à cultura indígena já que a região conta com a presença de várias etnias e considerando o baixo número de profissionais especializados, gerar pesquisa em áreas de importância estratégica, proporcionando assim desenvolvimento econômico, social e ambiental. Olhar com foco na educação faz-nos crescer com agilidade e pressa, já que apenas o conhecimento poderá tornar a sociedade igualitária, justa e fraterna.