Projeto de extensão de avaliação ergonômica, presença de sintomas osteomusculares e orientação postural à colaboradores da AJES

Na área da Fisioterapia em Ergonomia, o objetivo é detectar os movimentos realizados pelo trabalhador, as exigências do trabalho e as dificuldades que o trabalhador enfrenta.

Alunas do VI termo do curso de Fisioterapia da AJES realizaram avaliação ergonômica e mensuraram o relato de sintomas osteomusculares, por meio de questionário validado, em colaboradores da secretaria, do setor de recursos humanos e da biblioteca da Faculdade AJES. Após a realização das avaliações, as discentes orientaram os funcionários quanto à postura correta, às adequações em seu posto de trabalho, à necessidade de pausas periódicas assim como em relação à prática de técnicas de alongamento e relaxamento musculares.

Na área da Fisioterapia em Ergonomia, o objetivo é detectar os movimentos realizados pelo trabalhador, as exigências do trabalho e as dificuldades que o trabalhador enfrenta. Assim, esses conhecimentos unidos à cinesiologia e à fisiologia permitem atuação significativa na prevenção ou minimização de doenças ocupacionais. 

"No ambiente de trabalho, postura inadequada associada a movimentos repetitivos podem gerar tensão e dores musculares. Frequentemente, ocorrem ainda lesões musculoesqueléticas, levando à redução da produtividade e ao afastamento do funcionário" – relata a professora do curso de Fisioterapia Ana Ribeiro, coordenadora do projeto.

Participaram do projeto as discentes: Fabiana Bezerra Tomasini; Lilian Patricia Santos Oliveira; Nilcineia Zocche; Tatiany de Fátima Hidalgo. Nilcineia Zocche declarou: "Participar do projeto de ergonomia foi bastante gratificante! Mais uma vez, pudemos colocar em prática o que aprendemos em sala de aula. Foi uma oportunidade para apresentar a importância da Fisioterapia no ambiente de trabalho em que através de ações simples se pode ter melhor qualidade em saúde e consequentemente aumento da produtividade do trabalhador".