Coordenação de Farmácia da AJES participou do I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas

Foram oferecidas diversas atividades técnico-científicas, com 40 horas/aula presenciais. Ao todo foram 60 palestras, sendo mais de 20 palestrantes internacionais, 42 mesas-redondas, um painel, 26 minicursos, 7 oficinas e 16 workshops temáticos.

A coordenação do Curso de Farmácia da AJES participou no mês de novembro do I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas, cujo tema central foi: “Farmacêutico das Américas: cuidar, inovar e educar”, e reuniu também o 6º Congresso Brasileiro sobre o Uso Racional de Medicamentos, o I Congresso Pan-Americano sobre o Uso Racional de Medicamentos, o I Congresso Latino-Americano de Estudantes de Farmácia, o II Congresso Brasileiro de Farmácia Estética, o II Simpósio Farmacêutico de Nutracêuticos e o III Encontro nacional de Educadores em Farmácia Clínica.

O evento possibilitou a participação de quatro mil farmacêuticos e estudantes de Farmácia de todo brasil, além de outros países das américas. Foram oferecidas diversas atividades técnico-científicas, com 40 horas/aula presenciais. Ao todo foram 60 palestras, sendo mais de 20 palestrantes internacionais, 42 mesas-redondas, um painel, 26 minicursos, 7 oficinas e 16 workshops temáticos.

A professora Drª Isanete Bieski, além de participar de oficinas, palestras e mesas redondas de grande interesse para o curso de Farmácia, inclusive “Novas diretrizes curriculares nacionais: como planejar os cursos de graduação em farmácia”, também apresentou três resumos no evento e foi avaliadora da apresentação dos resumos em forma de banners. Os trabalhos apresentados foram de sua tese de doutorado “Etnofarmacopeia do Vale do Juruena”, orientada pelo prof. Dr. Domingos Tabajara de Oliveira Martins (FM/UFMT).

Os outros dois trabalhos são referente às ações desenvolvidas no Curso de Farmácia de 2016 a 2017, onde acadêmicos tem vivência prática na disciplina de Introdução de Ciências Farmacêuticas, onde durante a disciplina o acadêmico pode participar in locu de atividades externas da atuação farmacêutica, na drogaria, laboratório de análises clinicas e Farmácia Hospitalar. A pesquisa contou com a participação de alguns acadêmicos e professor da AJES, intitulado: “Inovação Continuada com Ações e Vivência Prática da Atuação Farmacêutica. São eles: Camila Nunes Oliveira; Miqueias Machado Pereira; Dionatan Rafael Pires da Silva; Loissa Bernardo da Silva; Isanete Geraldini Costa Bieski.